Home > Atualidade > Governo & ONGs > Instituto Colibri promove exposições a céu aberto no circuito do Caminho das Artes, na estrada Paraty-Cunha

Search
Filter by Custom Post Type
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in comments
Search in excerpt

Atalhos de busca: Hospedagem, Gastronomia, Eventos, Passeios, Praias, Centro Histórico

{ "homeurl": "https://www.paratyonline.com/jornal/", "resultstype": "vertical", "resultsposition": "block", "itemscount": 5, "imagewidth": 70, "imageheight": 70, "resultitemheight": "auto", "showauthor": 0, "showdate": 0, "showdescription": 1, "charcount": 3, "noresultstext": "Sem resultados.", "didyoumeantext": "Você quis dizer:", "defaultImage": "https://www.paratyonline.com/jornal/wp-content/plugins/ajax-search-pro/img/default.jpg", "highlight": 0, "highlightwholewords": 1, "openToBlank": 1, "scrollToResults": 1, "resultareaclickable": 1, "autocomplete": { "enabled": 1, "googleOnly": 0, "lang": "pt", "mobile": 1 }, "triggerontype": 1, "triggeronclick": 1, "triggeronreturn": 1, "triggerOnFacetChange": 1, "trigger": { "delay": 300, "autocomplete_delay": 310 }, "overridewpdefault": 0, "override_method": "post", "redirectonclick": 0, "redirectClickTo": "results_page", "redirect_on_enter": 0, "redirectEnterTo": "results_page", "redirect_url": "?s={phrase}", "settingsimagepos": "left", "settingsVisible": 0, "hresulthidedesc": "1", "prescontainerheight": "400px", "pshowsubtitle": "0", "pshowdesc": "1", "closeOnDocClick": 1, "iifNoImage": "description", "iiRows": 2, "iiGutter": 5, "iitemsWidth": 200, "iitemsHeight": 200, "iishowOverlay": 1, "iiblurOverlay": 1, "iihideContent": 1, "loaderLocation": "auto", "analytics": 0, "analyticsString": "", "show_more": { "url": "?s={phrase}", "action": "ajax" }, "mobile": { "trigger_on_type": 1, "trigger_on_click": 1, "hide_keyboard": 0 }, "compact": { "enabled": 0, "width": "100%", "closeOnMagnifier": 1, "closeOnDocument": 0, "position": "static", "overlay": 0 }, "animations": { "pc": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "fadeInDown" }, "mob": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "voidanim" } }, "autop": { "state": "disabled", "phrase": "poco", "count": 10 } }

Instituto Colibri promove exposições a céu aberto no circuito do Caminho das Artes, na estrada Paraty-Cunha

Desde o final de 2011, uma instalação de grandes painéis no espaço Quinta do Tié, às margens do Antigo Caminho do Ouro da Estrada Real (Estrada Paraty-Cunha), exibe fotografias de obras de artistas plásticos residentes em Paraty. Até agora, fizeram parte da exposição a céu aberto os fotógrafos Pieter Hugo e Giancarlo Mecarelli, os artistas plásticos Lauro Monteiro, Juan Iacaruso e o ceramista Jorge Pessotti, este último com sua obra atualmente em exposição.

No dia 23 de fevereiro foi inaugurada a exposição coletiva com imagens de todos os artistas participantes. São 10 painéis com as melhores fotos de cada uma das mostras desde o início do projeto.

Pieter Hugo

Visite: www.colibri.org.br

Agora, moradores e turistas que seguem para as belas cachoeiras da Serra da Bocaina, no caminho que liga Paraty (RJ) a Cunha (SP), na altura da Ponte Branca, têm uma atração a mais: são belas imagens suportadas por estruturas em eucalipto dispostas de forma harmônica, que chamam a atenção de quem passa.

Lauro Monteiro

É muito importante destacar os que contribuíram para a execução do projeto:

– Os realizadores do Paraty em Foco, Giancarlo Mecareli – Galeria Zoom e Iatã Cannabrava – Estudio Madalena, queapoiaram o projeto possibilitando a primeira exposição do fotógrafo sul africano Pieter Hugo;
– o artista Lauro Monteiro – atelier Varanda, que fez a curadoria e participou com suas obras;
– Silvia Salzman – Espaço Quinta do Tié, que acreditou no projeto e nutriu a todos com sua energia positiva;
– a equipe da agência Café com Pernas, que produziu gratuitamente toda a identidade visual do projeto;
– os artistas convidados, parceiros e amigos, que prestigiaram, cada um de sua forma, o “Caminho das Artes”;
– e a todos que participaram do desafio de inovar, propiciando que o espaço em frente à Quinta do Tié, às margens da estrada Paraty-Cunha, cercado pelo verde da Mata Atlântica, acolhesse os painéis com obras de arte surpreendentes.

OS ARTISTAS

Pieter Hugo: o primeiro a ter suas obras expostas pelo Caminho das Artes, é também o único não residente de Paraty. Sul-africano, Hugo desfruta de uma imagética associada a um ecletismo próprio das próximas gerações. Também desloca o ponto geográfico, centrado na Europa e nos Estados Unidos, ao produzir em sua própria terra e redondezas, em seus arrabaldes, imerso nas idiossincrasias de sua arte mais atávica.

Foi assim com a série “Nollywood”, de 2008, captada na Nigéria: Poderosos retratos oriundos de uma indústria de baixo custo que produz mais de 1000 filmes por ano. A distância do glamour cinematográfico é expressa com raridade estética.

Giancarlo Mecarelli: residente em Paraty desde 2004, este fotógrafo italiano criado em São Paulo tem uma vasta experiência tanto em trabalhos artísticos quanto publicitários; trabalhou em Lisboa, Milão e Barcelona com fotógrafos reconhecidos e para as principais agências de publicidade.

Giancarlo Mecarelli

Em Paraty, fundou a Galeria Zoom de Fotografia e criou o Paraty em Foco que, em 2013, chegará à sua nona edição. Participa do Caminho das Artes com a série “Bloco da Lama”, fotos que retratam um dos mais tradicionais blocos de carnaval de Paraty.

Juan Iacaruso: argentino residente e enraizado em Paraty, realiza pinturas abstratas, com uso de formas geométricas distorcidas e cores vibrantes. Participa do Caminho das Artes com sua série Formas Informais. As obras de Juan Iacaruso foram fotografadas por Giancarlo Mecarelli.

Juan Iacaruso

Jorge Pessotti: nascido na cidade de Charqueada (SP), este ceramista mora em Paraty desde 2000. Em seu ateliê, no alto da Serra da Bocaina, no bairro do Penha, Pessotti cria esculturas com a “cara da natureza”, em total harmonia com a paisagem local. Formado em 1982 pela Escola de Comunicações e Artes da USP (ECA-USP), o artista participou de diversas exposições coletivas e individuais. Para este Caminho das Artes, expõe fotos de Iberê Pérrissé, de sua coleção “SER”.

Jorge Pessotti

Lauro Monteiro: pinta a Mata Atlântica em seus detalhes e cores. São desenhos nos quais o artista explora elementos da mata com apontamentos e textos referentes às espécies, dando uma visão ligeira e contemplativa, fazendo com que o público reflita sobre a preocupação da preservação desta mata, localizada no Parque Nacional da Serra da Bocaina.

O artista usa diferentes tipos de papel, incluindo o reciclado e um papel feito a partir da folha de bananeira. As obras de Lauro Monteiro foram fotografadas por Giancarlo Mecarelli.