Home > Atualidade > Arte & Cultura > Grvpo Arteatro apresenta “Salomé & Yocanaãn – Profanando a Profanação”

Search
Filter by Custom Post Type
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in comments
Search in excerpt

Atalhos de busca: Hospedagem, Gastronomia, Eventos, Passeios, Praias, Centro Histórico

{ "homeurl": "https://www.paratyonline.com/jornal/", "resultstype": "vertical", "resultsposition": "block", "itemscount": 5, "imagewidth": 70, "imageheight": 70, "resultitemheight": "auto", "showauthor": 0, "showdate": 0, "showdescription": 1, "charcount": 3, "noresultstext": "Sem resultados.", "didyoumeantext": "Você quis dizer:", "defaultImage": "https://www.paratyonline.com/jornal/wp-content/plugins/ajax-search-pro/img/default.jpg", "highlight": 0, "highlightwholewords": 1, "openToBlank": 1, "scrollToResults": 1, "resultareaclickable": 1, "autocomplete": { "enabled": 1, "googleOnly": 0, "lang": "pt", "mobile": 1 }, "triggerontype": 1, "triggeronclick": 1, "triggeronreturn": 1, "triggerOnFacetChange": 1, "trigger": { "delay": 300, "autocomplete_delay": 310 }, "overridewpdefault": 0, "override_method": "post", "redirectonclick": 0, "redirectClickTo": "results_page", "redirect_on_enter": 0, "redirectEnterTo": "results_page", "redirect_url": "?s={phrase}", "settingsimagepos": "left", "settingsVisible": 0, "hresulthidedesc": "1", "prescontainerheight": "400px", "pshowsubtitle": "0", "pshowdesc": "1", "closeOnDocClick": 1, "iifNoImage": "description", "iiRows": 2, "iiGutter": 5, "iitemsWidth": 200, "iitemsHeight": 200, "iishowOverlay": 1, "iiblurOverlay": 1, "iihideContent": 1, "loaderLocation": "auto", "analytics": 0, "analyticsString": "", "show_more": { "url": "?s={phrase}", "action": "ajax" }, "mobile": { "trigger_on_type": 1, "trigger_on_click": 1, "hide_keyboard": 0 }, "compact": { "enabled": 0, "width": "100%", "closeOnMagnifier": 1, "closeOnDocument": 0, "position": "static", "overlay": 0 }, "animations": { "pc": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "fadeInDown" }, "mob": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "voidanim" } }, "autop": { "state": "disabled", "phrase": "poco", "count": 10 } }

Grvpo Arteatro apresenta “Salomé & Yocanaãn – Profanando a Profanação”

Na Casa da Cultura de Paraty, nos dias 03, 04 e 05 de fevereiro, será apresentada a peça baseada na obra de Oscar Wilde -com texto de Lell Trevisan e encenação de Ailton Amaral.

A peça “Salomé & Yocanãn – Profanando a Profanação” é uma adaptação livre do texto “Salomé” de Oscar Wilde, que o escreveu em francês no final do século XIX (1891).

Ingressos: R$20,00 e R$15,00 (compra antecipada na bilheteria do teatro)

Em 1892, quando Salomé já estava sendo ensaiada e às vésperas da estréia no Palace Theatre em Londres, possivelmente com Sarah Bernard no papel título, o texto foi censurado sob a desculpa de que a encenação de cenas bíblicas não eram permitidas no palco e Oscar Wilde foi acusado de estar profanando uma obra sagrada.

O fato é que “Salomé” aborda temas considerados, à época, imorais, o que terá pesado fortemente na decisão. Este, nunca viu seu texto ser representado, mas atualmente é a mais famosa versão dramática da história de Salomé, que em 1909 já havia sido traduzida para quase todos os idiomas europeus.

Salomé, ao longo do tempo, causa tal fascínio que muito tem sido cantada, representada, filmada, pintada, esculpida e reescrita por grandes artistas. Entre eles podemos citar: Sarah Bernard, Theda Bara, Carlos Saura, Salvador Dalli, Pablo Picasso…

O autor Lell Trevisan resolve “profanar” a “profanação” de Oscar Wilde, adaptando livremente sua obra, onde a inserção de personagens vindos de outras obras clássicas ou contemporâneas (Shakespeare e Nelson Rodrigues), algumas interferências críticas dos atores ao próprio texto, a existência de um personagem que situa a estória no tempo/espaço e cria determinados climas emocionais, narrando ou contracenando apenas através da voz, constitui-se num exemplo típico de metateatro e assim temos o drama de Salomé transformado numa inteligente e deliciosa comédia com final inusitado.


Ficha Técnica:

Texto:
Lell Trevisan  (Livre adaptação de “Salomé” por  Oscar Wilde)
Elenco:
Arthur Lemos
Lell Trevisan
Participação especial (em áudio):
Rosi Campos
Concepção cênica e figurinos:
Ailton Amaral
Sonoplastia:
Lell Trevisan
Produção Musical:
Estúdio Musicando
Design Gráfico:
Arthur Lemos
Produção:
Grvpo Arteatro
Encenação:
Ailton Amaral