Home > Atualidade > Arte & Cultura > Programação de Cinema em Paraty – Agosto 2011

Search
Filter by Custom Post Type
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in comments
Search in excerpt

Atalhos de busca: Hospedagem, Gastronomia, Eventos, Passeios, Praias, Centro Histórico

{ "homeurl": "https://www.paratyonline.com/jornal/", "resultstype": "vertical", "resultsposition": "block", "itemscount": 5, "imagewidth": 70, "imageheight": 70, "resultitemheight": "auto", "showauthor": 0, "showdate": 0, "showdescription": 1, "charcount": 3, "noresultstext": "Sem resultados.", "didyoumeantext": "Você quis dizer:", "defaultImage": "https://www.paratyonline.com/jornal/wp-content/plugins/ajax-search-pro/img/default.jpg", "highlight": 0, "highlightwholewords": 1, "openToBlank": 1, "scrollToResults": 1, "resultareaclickable": 1, "autocomplete": { "enabled": 1, "googleOnly": 0, "lang": "pt", "mobile": 1 }, "triggerontype": 1, "triggeronclick": 1, "triggeronreturn": 1, "triggerOnFacetChange": 1, "trigger": { "delay": 300, "autocomplete_delay": 310 }, "overridewpdefault": 0, "override_method": "post", "redirectonclick": 0, "redirectClickTo": "results_page", "redirect_on_enter": 0, "redirectEnterTo": "results_page", "redirect_url": "?s={phrase}", "settingsimagepos": "left", "settingsVisible": 0, "hresulthidedesc": "1", "prescontainerheight": "400px", "pshowsubtitle": "0", "pshowdesc": "1", "closeOnDocClick": 1, "iifNoImage": "description", "iiRows": 2, "iiGutter": 5, "iitemsWidth": 200, "iitemsHeight": 200, "iishowOverlay": 1, "iiblurOverlay": 1, "iihideContent": 1, "loaderLocation": "auto", "analytics": 0, "analyticsString": "", "show_more": { "url": "?s={phrase}", "action": "ajax" }, "mobile": { "trigger_on_type": 1, "trigger_on_click": 1, "hide_keyboard": 0 }, "compact": { "enabled": 0, "width": "100%", "closeOnMagnifier": 1, "closeOnDocument": 0, "position": "static", "overlay": 0 }, "animations": { "pc": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "fadeInDown" }, "mob": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "voidanim" } }, "autop": { "state": "disabled", "phrase": "poco", "count": 10 } }

Programação de Cinema em Paraty – Agosto 2011

O Cineclube Paraty divulgou os filmes que vai apresentar com entrada franca na Casa da Cultura e no Espaço IPHAN durante o mês de agosto.

2011:  Ano da Holanda e da Itália no Brasil.
Agosto: Mês da Holanda e da Itália nas sessões da Casa da Cultura.

Casa da Cultura – 3as-feiras – 20h

NEGÓCIO É NEGÓCIO

Dia 2 – Mostra Arco Íris da diversidade sexual apresenta NEGÓCIO É NEGÓCIO (Wat Zien Ik)
Direção de Paul Verhoeven (Holanda, 1971, 1h35m, 16 anos)
Esta comédia ‘trash’ é um olhar casual nas vidas lúridas de duas prostitutas de Amsterdã. Greta é uma prostituta com um coração de ouro e Nell é sua sócia de seios grandes. Juntas armam alguns golpes para fisgar qualquer louco, que tenha bastante dinheiro. Porém, as duas estão enfadadas com as suas vidas, e buscam uma chance para recomeçar. Assim, Nell finalmente segue o conselho de Greta e abandona o seu abusivo marido. Logo, a dupla começa a sair com vários homens, sem se importar com o caos que gera a profissão.

Dia 9 – O HOMEM DA LINHA  (De Wisselwachter) – Direção de Jos Stelling (Holanda, 1985, 1h34m, 12 anos) A sessão foi transferida para a Sala IPHAN, no sobrado do IPHAN, esquina da praça da Matriz, às 20:30 hs.

Dia 16 – E LA NAVE VA
Direção de Federico Fellini  (Itália/França, 1983, 2h06m, 14 anos)
Junho de 1914. Glória N, um luxuoso navio, deixa a Itália, levando as cinzas de uma célebre cantora lirica para sua terra natal, a ilha de Erimo. Cantores, músicos, amigos, nobres e um jornalista acompanham o funeral. A normalidade dos primeiros dias de viagem é interrompida quando o capitão socorre refugiados da recém-iniciada Primeira Guerra Mundial.

O QUARTO DO FILHO

Dia 23 – O QUARTO DO FILHO (La Stanza del Figlio)
Direção de Nanni Moretti (Itália, 2001, 1h39m, 14 anos)
Chamado um dia à escola de seu filho Andrea, acusado de roubar um fóssil do laboratório escolar, Giuseppe (Nanni Moretti) começa a questionar a educação que deu ao garoto. Preocupado com o pouco tempo que possui para gastar com o filho, o pai resolve lhe dar mais atenção. Mas o destino parece não querer favorecer pai e filho, já que uma tragédia impedirá para sempre o estreitamento desta relação.

Dia 30 – Mostra Belas Artes apresenta AGONIA E ÊXTASE (The Agony and The Ecstasy)
Direção de Carol Reed (EUA, 1965, 2h18m, 12 anos)
Charlton Heston e Rex Harrison interpretam duas das personalidades mais marcantes da Renascença neste drama histórico ambientado no início do Século XVI. Quando o Papa Júlio II encomenda a Michelangelo a pintura do teto da Capela Sistina, o artista recusa a princípio. Virtualmente forçado por Júlio a fazer o trabalho, ele acaba por destruir sua obra e foge de Roma. Quando recomeça a pintura, o projeto se torna uma batalha de vontades alimentada pelas diferenças artísticas e de temperamento que são o ponto central deste filme.

Sala IPHAN – 4as-feiras – 16h

Dia 3 – SELEÇÃO DE CURTAS I (Brasil, 81 min, 12 anos)
TEMPORÃO – Direção Felipe Carrelli Sá Silva (SP, 2011)
O documentário parte do fenômeno do “déjà vu” (aquela impressão/sensação de já ter visto isso antes), para discutir o tempo de forma abstrata, experimental e poética.
VISÕES DO IMAGINÁRIO – por meio de visões de seus imaginários, os autores destes curtas fazem uma provocação para o imaginário do público : o que pensar das imagens/histórias que nos são mostradas?
Arabesco: direção de Eliane Caffé (SP, 1990)
Timing: direção de Amir Admoni (SP, 2009)
A Escada: direção de Philippe Barcinski (SP, 1996)
A Janela Aberta: direção de Philippe Barcinski (SP, 2002)
Um Certo Esquecimento: direção de André Carvalheira (RJ, 2001)
Um Ramo: direção de Juliana Rojas e Marco Dutra (SP, 2007)

Dia 10 – CARLOTA JOAQUINA, Princesa do Brasil
Direção de Carla Camurati (Brasil, 1994, 1h41m, livre)
Espanha, 1785 – Carlota Joaquina, uma infanta que foi prometida para D. João VI, aos 10 anos de idade recebe o retrato do seu futuro esposo e é obrigada a partir para Portugal levando consigo somente sua herança familiar. Chegando em seu novo país, Carlota sofre uma grande decepção ao encontrar seu “prometido”… gerando muitas brigas, infidelidades e… muitos filhos. Com a morte de D. José, herdeiro do trono português e a declarada insanidade de Maria I, Carlota Joaquina e D. João VI herdam a coroa portuguesa. Porém, assustados com a Revolução Francesa e a aproximação do exército de Napoleão, resolvem fugir para sua colônia: o Brazil.

Dia 17 – SELEÇÃO DE CURTAS II (Brasil, 51 min, 14 anos)
UNIVERSO POPULAR E ESCAPE – o fio que perpasse estes curtas é a música: ora como uma chispa fugaz de fantasia em rotinas duras, ora como um ‘dica’ no trabalho de um jornalista policial
O Brilho Dos Meus Olhos: direção de Allan Ribeiro (RJ, 2006)
Ismar: direção de Gustavo Beck (RJ, 2007)
Sweet Karolyne: direção de Ana Bárbara Ramos (PB, 2009)
Viva o Terceiro Mundo: direção de Rene Brasil (SP, 2005)

O CHEIRO DO RALO

Dia 24 – O CHEIRO DO RALO
Direção de Heitor Dhalia  (Brasil, 2006, 1h40m, 14 anos)
Lourenço é dono de uma loja que compra objetos usados. Aos poucos, desenvolve um jogo perverso com seus clientes, trocando a frieza pelo prazer que sente ao explorá-los, já que sempre atravessam um momento de dificuldade financeira. Perturbado pelo simbólico cheiro do ralo que existe na loja, Lourenço é colocado em confronto com o universo e os personagens que acreditava controlar.

Dia 26 – Cinezona apresenta SOMOS TODOS SACYS
(6a-feira – 18 hs – sessão extra realizada em parceria com o Ponto de Cultura da Casa Azul)
Direção de Rudá K. Andrade e Sylvio do Amaral Rocha (Brasil, 2004, 55m, livre)
Documentário que mostra a vida, paixão e morte do mito na tradição oral e suas re-significações nos dias atuais. Sendo este mito símbolo de nossa cultura, a relevância para o debate em torno do Sacy se faz pela motivação de pensar e redescobrir o Brasil.

Dia 31 – COPA VIDIGAL
Direção de Luciano Vidigal (Brasil, 2010, 1h15m, 14 anos)
Um torneio de futebol no Morro do Vidigal que pretendia unir os moradores com diferentes facções e mostrar que o futebol poderia superar as diferenças. Porém, não foi isso que aconteceu.