Home > Atualidade > Arte & Cultura > Iº Colóquio Internacional Intermediações Culturais – Brasil/Alemanha

Search
Filter by Custom Post Type
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in comments
Search in excerpt

Atalhos de busca: Hospedagem, Gastronomia, Eventos, Passeios, Praias, Centro Histórico

{ "homeurl": "https://www.paratyonline.com/jornal/", "resultstype": "vertical", "resultsposition": "block", "itemscount": 5, "imagewidth": 70, "imageheight": 70, "resultitemheight": "auto", "showauthor": 0, "showdate": 0, "showdescription": 1, "charcount": 3, "noresultstext": "Sem resultados.", "didyoumeantext": "Você quis dizer:", "defaultImage": "https://www.paratyonline.com/jornal/wp-content/plugins/ajax-search-pro/img/default.jpg", "highlight": 0, "highlightwholewords": 1, "openToBlank": 1, "scrollToResults": 1, "resultareaclickable": 1, "autocomplete": { "enabled": 1, "googleOnly": 0, "lang": "pt", "mobile": 1 }, "triggerontype": 1, "triggeronclick": 1, "triggeronreturn": 1, "triggerOnFacetChange": 1, "trigger": { "delay": 300, "autocomplete_delay": 310 }, "overridewpdefault": 0, "override_method": "post", "redirectonclick": 0, "redirectClickTo": "results_page", "redirect_on_enter": 0, "redirectEnterTo": "results_page", "redirect_url": "?s={phrase}", "settingsimagepos": "left", "settingsVisible": 0, "hresulthidedesc": "1", "prescontainerheight": "400px", "pshowsubtitle": "0", "pshowdesc": "1", "closeOnDocClick": 1, "iifNoImage": "description", "iiRows": 2, "iiGutter": 5, "iitemsWidth": 200, "iitemsHeight": 200, "iishowOverlay": 1, "iiblurOverlay": 1, "iihideContent": 1, "loaderLocation": "auto", "analytics": 0, "analyticsString": "", "show_more": { "url": "?s={phrase}", "action": "ajax" }, "mobile": { "trigger_on_type": 1, "trigger_on_click": 1, "hide_keyboard": 0 }, "compact": { "enabled": 0, "width": "100%", "closeOnMagnifier": 1, "closeOnDocument": 0, "position": "static", "overlay": 0 }, "animations": { "pc": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "fadeInDown" }, "mob": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "voidanim" } }, "autop": { "state": "disabled", "phrase": "poco", "count": 10 } }

Iº Colóquio Internacional Intermediações Culturais – Brasil/Alemanha

O evento, de 26 e 28 de Agosto na Casa da Cultura, abre uma série de ações em Paraty com o intuito de promover o diálogo entre cientistas, artistas, jornalistas e tradutores do Brasil, América Latina e dos países da língua alemã. Paraty é o lugar onde nasceu Julia da Silva-Bruhns, mãe dos mais famosos irmãos da literatura alemã, Thomas e Hienrich Mann.

A origem brasileira dos Mann é desconhecida até mesmo entre especialistas. O colóquio pretende por em debate este e outros tópicos pouco estudados e almeja mapear as discussões históricas e contemporâneas sobre as experiências, percepções e leituras do próprio e do alheio.

Prestes a morrer, em 1923, Julia Mann começou a falar num idioma que o filho caçula, sem entender, acreditava ser português. O relato de Viktor Mann é lembrado pela estudiosa Marianne Krull no documentário “Memórias do Paraíso” (2005), de Marcos Strecker, e dá a dimensão da importância daqueles breves sete anos que Julia viveu no Brasil. O filme será uma das atrações do 1º Colóquio Internacional Intermediações Culturais Brasil- Alemanha, que acontece entre os dias 26 e 28 de Agosto na Casa da Cultura de Paraty.

Organizado por Johannes Kretschmer e outros estudiosos, o evento pretende jogar luz sobre a revisão que se tem feito nas últimas décadas acerca da importância da ascendência brasileira para as vidas e obras dos irmãos Mann.

“A origem brasileira dos Mann é desconhecida até mesmo entre especialistas. Estudos recentes mostram que ela pode inclusive levar a novas interpretações sobre textos seminais dos dois”, diz Kretschmer. Entre esses trabalhos estão Mutterland – Die Familie Mann und Brasilien, escrito por Karl-Josef Kuschel, Frido Mann e Paulo Soethe, publicado em 2009 na Alemanha e inédito por aqui.

O livro, segundo Soethe, busca mostrar que Julia teve mais influência sobre Thomas Mann do que fazem crer seus escritos. Ao contrário de Heinrich, que inclusive escreveu o romance “Entre as Raças” inspirado na história da mãe, Thomas pouco deixou transparecer proximidade com a mãe.

Chegou até a renegar a ascendência no começo da carreira, ao ser atacado em jornais alemães pelo “sangue judeu”. Mas mesmo Thomas declarou, em 1943: “Sempre estive consciente do sangue latino-americano que pulsa em minhas veias e bem sinto o quanto lhe devo como artista.”

Informações e Inscrições: jk@id.uff.br

Programação: