Home > Atualidade > Meio Ambiente > Paraty CVB é certificado pelo Programa Carbono Compensado do LEPAC/UNICAMP

Search
Filter by Custom Post Type
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in comments
Search in excerpt

Atalhos de busca: Hospedagem, Gastronomia, Eventos, Passeios, Praias, Centro Histórico

{ "homeurl": "http://www.paratyonline.com/jornal/", "resultstype": "vertical", "resultsposition": "block", "itemscount": 5, "imagewidth": 70, "imageheight": 70, "resultitemheight": "auto", "showauthor": 0, "showdate": 0, "showdescription": 1, "charcount": 3, "noresultstext": "Sem resultados.", "didyoumeantext": "Você quis dizer:", "defaultImage": "http://www.paratyonline.com/jornal/wp-content/plugins/ajax-search-pro/img/default.jpg", "highlight": 0, "highlightwholewords": 1, "openToBlank": 1, "scrollToResults": 1, "resultareaclickable": 1, "autocomplete": { "enabled": 1, "googleOnly": 0, "lang": "pt", "mobile": 1 }, "triggerontype": 1, "triggeronclick": 1, "triggeronreturn": 1, "triggerOnFacetChange": 1, "trigger": { "delay": 300, "autocomplete_delay": 310 }, "overridewpdefault": 0, "override_method": "post", "redirectonclick": 0, "redirectClickTo": "results_page", "redirect_on_enter": 0, "redirectEnterTo": "results_page", "redirect_url": "?s={phrase}", "settingsimagepos": "left", "settingsVisible": 0, "hresulthidedesc": "1", "prescontainerheight": "400px", "pshowsubtitle": "0", "pshowdesc": "1", "closeOnDocClick": 1, "iifNoImage": "description", "iiRows": 2, "iiGutter": 5, "iitemsWidth": 200, "iitemsHeight": 200, "iishowOverlay": 1, "iiblurOverlay": 1, "iihideContent": 1, "loaderLocation": "auto", "analytics": 0, "analyticsString": "", "show_more": { "url": "?s={phrase}", "action": "ajax" }, "mobile": { "trigger_on_type": 1, "trigger_on_click": 1, "hide_keyboard": 0 }, "compact": { "enabled": 0, "width": "100%", "closeOnMagnifier": 1, "closeOnDocument": 0, "position": "static", "overlay": 0 }, "animations": { "pc": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "fadeInDown" }, "mob": { "settings": { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "results" : { "anim" : "fadedrop", "dur" : 300 }, "items" : "voidanim" } }, "autop": { "state": "disabled", "phrase": "poco", "count": 10 } }

Paraty CVB é certificado pelo Programa Carbono Compensado do LEPAC/UNICAMP

Além da adesão, a instituição foi certificada e reconhecida pelo plantio de árvores na Rio-Santos, neutralizando suas próprias emissões. O certificado tem a chancela do LEPAC/UNICAMP e Flora Paraty, coordenadores do Programa.

Em sintonia com suas novas finalidades, o Paraty Convention & Visitors Bureau adere ao Programa Carbono Compensado do LEPAC/UNICAMP (Laboratório de Estudos e Pesquisas em Artes e Ciências) e Flora Paraty. O objetivo do Programa Carbono Compensado é conhecer o impacto poluidor das emissões de CO2 na região.

O cálculo do impacto pode ser realizado no site http://www.preac.unicamp.br/lepac/carbono/calcule.php e a compensação se dá a partir da aquisição de mudas de árvores nativas da Mata Atlântica plantadas às margens da BR-101, o que também inibe ou evita, pelo sombreamento, a existência do capim seco, onde o fogo encontra condições de se alastrar.

A produção de mudas para o projeto é realizada pela Flora Paraty e na Fazenda São Gonçalo, com uma produção anual de 10.000 mudas de 10 espécies de árvores de crescimento rápido, de grande porte e folhagem perene, dentro dos padrões estabelecidos pelo antigo DNER (Departamento Nacional de Estradas e Rodagens). São usadas plantas de gêneros e famílias ricas em espécies pioneiras, como Euphorbiaceae, Sapotaceae, Leguminosae, Bombacaceae e Meliaceae.

Esse plantio é reconhecido e autorizado explicitamente pela Superintendência Regional do DNIT no Estado do Rio de Janeiro. Desde 2001 já foram plantadas pelo menos 13.000 mudas de árvores em um trabalho de participação comunitária e educação ambiental. A partir de 2009 o projeto integra o Programa Carbono Neutro da Polícia Federal de Angra dos Reis, com o plantio de 500 árvores no Km 550 da Rio-Santos.

O projeto tem conseguido bons resultados, como por exemplo: evitar a queimada a partir das áreas lindeiras à estrada, a degradação da borda da Mata Atlântica remanescente e a emissão de CO2; promover o seqüestro de Carbono; recompor a flora; fazer a contenção de erosões e de taludes; e recompor a paisagem.

Empresas, escritórios e até mesmo residências podem aderir ao Programa Carbono Compensado. Com a adesão, os cálculos feitos e a quantidade de árvores estabelecida, as mudas serão plantadas ao longo da BR-101 e o certificado CARBONO COMPENSADO, emitido pelo LEPAC/Flora Paraty, poderá ser afixado em seu estabelecimento e ainda veiculado selo no site da empresa ou instituição.

Para aderir ao Programa entre em contato com o LEPAC pelo e-mail lepac@reitoria.unicamp.br ou pelo telefone (24) 9828-8271. A partir de algumas informações do seu estabelecimento e atividades, como por exemplo, consumo de energia, produção de lixo, etc. serão realizados os cálculos de quanto carbono a empresa ou atividade emite anualmente e definida a quantidade de árvores necessárias para o plantio ao longo da BR-101.

A partir do plantio o seu estabelecimento começa a participar do processo de neutralização do carbono emitido pelo seu próprio negócio. As vantagens de aderir ao Programa CARBONO COMPENSADO – LEPAC são: neutralizar suas emissões de carbono, colaborando para reduzir o aquecimento global; evitar queimada ao longo da rodovia Rio-Santos, reduto da Mata Atlântica; embelezar a rodovia e os municípios da Costa Verde; recompor a vegetação natural removida pelas atividades humanas; diferenciar seu estabelecimento e/ou atividade como “ecologicamente correto”, recebendo o certificado emitido pelo LEPAC – Unicamp / Flora Paraty.